As pessoas que dizem mais palavrões são as mais honestas

Este estudo pode ser a “salvação” para todos aqueles que são constantemente crucificados pelo seu vocabulário devido a dizerem demasiados palavrões. De acordo com investigadores da Universidade de Cambridge, da Universidade de Maastricht, da Universidade de Hong Kong e da Universidade de Stanford chegou-se à conclusão que as pessoas que dizem mais palavrões têm maior tendência a serem pessoas honestas…

O estudo contou com a participação de 276 pessoas em laboratório, bem como a interação social de 73,789 pessoas no Facebook, tendo tentado medir os níveis de “profanidade” das pessoas. O estudo, que será publicado no Social Psychological and Personality Science, concluiu que “existe uma relação consistente positiva em relação à profanidade e à honestidade; dizer palavrões está associado a menos mentiras e a uma maior integração a nível social”

O co-autor David Stilwell, da Universidade de Cambridge, disse ao Independent: “Aquilo que descobrimos com maior relevância é que quando filtras a tua linguagem ao falar, então provavelmente também estás a filtrar o que vais dizer. Isto quer dizer que não estás tão interessado em dizer o que pensas mas sim naquilo que que pensas que as outras pessoas querem ouvir”.

“Com isto, alguém que não filtra a sua linguagem, e que por isso diz palavrões, tem mais tendência a dizer aquilo que pensa, daí ser mais honesta e genuína, pelo menos nesta perspectiva”, concluiu.