Ver filmes para adultos pode reajustar o cérebro para um estado mais jovem

Para muitas pessoas, a única coisa em que querem pensar quando vêem filmes para adultos é no efeito que aquelas imagens explícitas têm no seu cérebro. No entanto, uma nova investigação pode deixar-te um bocadinho inquieto da próxima vez que fores abrir o computador para tratar de ti nesse sentido.

É que de acordo com aquilo que o departamento de neurociência da Université Laval, no Canadá, constatou, existem provas que mostram que os filmes para adultos corroem o córtex pré-frontal, uma região do cérebro que apenas se desenvolve completamente na idade adulta. A consequência disto é, portanto, reajustar o teu cérebro para um estado mais jovem…

Rachel Anne Barr, estudante de Doutoramento em neurociência e investigadora na mesma instituição, fez um estudo a mostrar como é que o consumo de filmes para adultos afectava a aprendizagem e a memória e conseguiu concluir que o porn pode mesmo criar dificuldades às pessoas em lidar com as suas emoções e impulsos, com isto a resultar potencialmente num comportamento mais compulsivo e numa pior capacidade de tomar decisões.

Ao escrever sobre a sua investigação no The Conversation, Barr disse: “É quase paradoxal saber que o entretenimento para adultos pode reverter o nosso cérebro para um estado mais juvenil. A maior ironia aqui é que apesar de os filmes para adultos prometerem satisfazer e providenciar gratificação s*x*al, é entregue como o completo oposto. A ciência só começou agora a revelar as repercussões neurológicas do consumo mas é sabido que a saúde mental, bem como a vida s*x*al das pessoas, pode ser afectada”.

O que dizer?