Não existem pessoas heterossexuais, afirma um estudo

Um novo estudo realizado no Journal of Personality and Social Psychology constatou que não existem pessoas heterossexuais. O estudo tentou desafiar os valores heterossexuais “em vigor” pela sociedade oriental e constataram que as mulheres conseguem sentir o mesmo nível de excitação quer com filmes para adultos heterossexuais, quer com filmes para adultos homossexuais.

O estudo foi levado a cabo recorrendo a um conjunto de mulheres, sendo que foram analisadas as suas reacções aquando da visualização de cenas de sexo homossexuais e heterossexuais. O estudo mostrou que não interessava o conteúdo do filme – o corpo respondia positivamente de qualquer das maneiras, significando que a sexualidade da amostra em questão não era assim tão simples como “gay ou hetero”.

O estudo foi orquestrado pelo conceituado investigador e diretor Ritch C. Savin-Williams e este explicou que a investigação em questão está encapsulada num estudo muito maior que tem como objectivo expor a sexualidade humana utilizando respostas fisiológicas a certos estímulos.

É justo dizer que a investigação desafia aquilo que é a noção tradicional de sexualidade mas os investigadores dizem que a realidade é definitivamente mais complexa e o próprio Ritch afirma não ter ficado surpreendido.

Muito curioso.