Está cientificamente provado: a voz das mulheres esgota o cérebro dos homens

Aí está a desculpa perfeita para todos os homens: já podem meter as culpas na ciência para quando não ouvem as vossas mulheres, uma vez que ficou provado que a voz feminina tem mesmo a capacidade de esgotar o cérebro dos homens.

A Neuroimage, uma revista científica, publicou uma investigação do professor Michael Hunter, da Universidade de Sheffield, onde explica que o tom de voz das mulheres acaba por tomar toda a área auditiva do cérebro, enquanto que a voz de um homem ocupa apenas o subtálamo.

A investigação realizou-se através de uma tecnologia espacial para poder detectar estes movimentos (semelhante ressonância magnética). De acordo com líder da investigação, as mulheres têm uma voz natural com sons extremamente complexos.

A investigação concluiu também que as mulheres falam em forma “circular”, enquanto que os homens são mais diretos e simples para manifestarem o que lhes vai na mente, sendo assim mais difícil de concentrar e ouvir uma voz feminina.

Michael Hunter afirma que as mulheres emitem um leque de frequências de sons mais complexos, quando comparadas com os homens. Tudo isto se deve às diferenças de tamanho e forma das cordas vocais e da laringe.